O BIM, Modelagem da Informação da Construção, é um conjunto de práticas, processos e tecnologias que, quando combinados, geram uma metodologia para organizar o ciclo de vida de uma obra, utilizando plataformas digitais.

Hoje, existem inúmeros softwares utilizados no exterior e no Brasil que possuem como objetivo esta metodologia, como o próprio AutoCAD, o Navisworks,… e, de forma destacada, o Revit.

Muitas empresas já utilizam há anos estas tecnologias, pois comprovam os benefícios que a Metodologia BIM proporciona, como:
– eficiência e produtividade
– redução de riscos
– detecção de conflitos
– alto nível de customização
– grande nível de flexibilidade
– redução de desperdícios
– redução de custos

E o Governo também vislumbra estes benefícios e dá o primeiro passo para esta significativa mudança através do Decreto Presidencial nº 9.377, de 17 de maio de 2018, onde institui a Estratégia Nacional de Disseminação do BIM; e cria o Comitê Gestor da Estratégia BIM BR – CG – BIM.

Este decreto possui, como principal finalidade, promover um ambiente adequado ao investimento em BIM e sua difusão no País.

Mas conheça mais detalhadamente outros objetivos deste Decreto:
– difundir o BIM e seus benefícios
– coordenar a estruturação do setor público para a adoção do BIM
– criar condições favoráveis para o investimento público e privado em BIM
– estimular a capacitação em BIM
– propor atos normativos que estabeleçam parâmetros para as compras e as contratações públicas com uso do BIM
– desenvolver normas técnicas, guias e protocolos específicos para a adoção do BIM
– desenvolver a Plataforma e a Biblioteca Nacional BIM
– estimular o desenvolvimento e a aplicação de novas tecnologias relacionadas ao BIM
– incentivar a concorrência no mercado por meio de padrões neutros de interoperabilidade BIM

Dessa forma, nos próximos anos o mercado todo deverá adotar as ferramentas que atendem à Metodologia BIM. E o Revit, por todos os seus benefícios, será o grande protagonista desta mudança.